A Formação de pilotos para a aviação civil no Brasil

A formação de pilotos no Brasil passa por algumas etapas e depende do tipo de carreira que se pretende trilhar na aviação.
O termo genérico “piloto” pode designar desde o desportista dos voos de acrobacia, até os pilotos militares de combate, passando pela aviação executiva, helicópteros e pelas empresas de transporte aéreo de passageiros e carga. Vamos analisar cada destas possibilidades, para que você possa escolher o melhor caminho até a obtenção das suas asas.

Normalmente quando uma pessoa procura um Centro de Instrução de Aviação Civil ou uma Escola de Aviação e manifesta sua vontade de ser piloto, está se referindo aos Pilotos de Linhas Aéreas. Portanto vamos iniciar por este caminho.
Então você deve estar pensando: “Opa, então depois do curso, eu posso pilotar um grande jato de passageiros em uma empresa aérea!”
Na verdade, não sem passar antes por algumas etapas de formação na carreira. Vamos a elas.

A Formação de pilotos para a aviação civil no Brasil é regulada pela Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC e segue, dependendo da carreira escolhida alguns passos. Com objetivo de tornar-se piloto profissional, o candidato deverá passar pelas seguintes etapas:

a) Obtenção da Licença de Piloto Privado – PP.
É o primeiro passo da trajetória.
Para obter a Licença de PP, o candidato deverá ser aprovado no exame teórico da ANAC para Piloto Privado e realizar o Curso Prático de Piloto Privado, composto por 40h de voo em um Centro de Instrução de Aviação Civil certificado para isto.

O Exame Teórico a ser prestado pelo aspirante a piloto envolve conteúdos programáticos indicados pela ANAC como requisitos de conhecimento právio. Neste sentido é recomendável que o candidato realize Curso Teórico de Piloto Privado. Embora não seja obrigatório, o curso vai proporcionar o acúmulo de conhecimentos necessários à aprovação no Exame Teórico.

O Curso teórico de PP é composto pelas seguintes disciplinas: Regulamentação Aeronáutica; Conhecimentos Técnicos de Aeronaves; Performance de voo, planejamento e carregamento; Desempenho humano; Meteorologia; Navegação; Procedimentos Operacionais; Princípios do voo; e Rádio comunicação.

O Exame Teórico vai cobrar estas disciplinas em 5 provas de 20 questões fechadas de multipla escolha. As provas são Regulamentação Aeronáutica; Navegação Aérea; Teoria de Voo, Meteorologia; e Conhecimentos Técnicos das Aeronaves.

Resumindo, fica assim: Curso Teórico de PP >> Exame Teórico de PP >> Curso Prático de PP (40 horas de Voo).

Agora, você tem certeza: “Opa, então depois do curso, eu posso pilotar um grande jato de passageiros em uma empresa aérea!”

Não ainda. A licença de Piloto Privado ainda não possibilita a profissionalização. O piloto privado só pode operar aeronaves em seu próprio favor ou de outros, mas sem relação de trabalho e vínculo empregatício.

Mas, sigamos na trilha rumo à profissionalização.

b) Obtenção da Licença de Piloto Comercial – PC.
A licença de Piloto Comercial – PC é o documento que possibilita que o piloto exerça profissionalmente a carreira, segundo um contrato de trabalho. Para obtenção da licença de PC o candidato deverá, obrigatoriamente, realizar o Curso Teórico de Piloto Comercial em um CIAC certificado. Após o Curso Teórico de PC, prestar o Exame Teórico de PC e, obtendo sucesso, realizar o Curso Prático de Piloto Comercial, composto por 150 horas de voo.

O Curso teórico de PC é composto pelas seguintes disciplinas: Regulamentação Aeronáutica; Conhecimentos Técnicos de Aeronaves; Performance de voo, planejamento e carregamento; Desempenho humano; Meteorologia; Navegação; Procedimentos Operacionais; Princípios do voo; e Rádio comunicação. Este, diferentemente do Curso Teórico de PP, é pré-requisito para realização do Exame Teórico.

O Exame Teórico vai cobrar as disciplinas citadas em 5 provas de 20 questões fechadas de multipla escolha. As provas são Regulamentação Aeronáutica; Navegação Aérea; Teoria de Voo, Meteorologia; e Conhecimentos Técnicos das Aeronaves.
Atenção, a Licença de Piloto Privado é pré-requisito para incrição no Exame Teórico de PC.

Resumindo, fica assim: Curso Teórico de PC >> Exame Teórico de PC >> Curso Prático de PC (150 horas de Voo).

Bom, agora você sabe: “então depois do curso, eu posso pilotar um grande jato de passageiros em uma empresa aérea!”

Você está mais perto, mas antes de chegar num grande jato de passageiros, vc vai precisar de algumas formações complementares: o Curso de Voo por instrumentos – IFR, que normalmente é realizado junto com o PC, tanto teórico, quanto prático; o Curso de Aeronaves Multimotoras – MULTI e uma preparação específica para operar aeronaves à Jato, o JET Training.
Há ainda dois tijolos a serem colocados nesta parede: o domínio profissional da lingua inglesa e o Certficado Médico Aeronáutico.

O domínio profissional do idioma é certificado pela ANAC ou por exeminadores credenciados. Seguindo o padrão internacional, posto pela Organização da Aviação Civil Internacional – ICAO, o uso do idioma é classificado em 6 categorias, de um a seis, sendo que o nível mínimo profissional é o ICAO 4. Então, estude inglês, você vai precisar.

O Certificado Médico Aeronáutico – CMA é o documento oficial que atesta a condição de saúde dos profissionais da aviação civil. O certificado pode ser obtido em Clínicas credenciadas pela ANAC e será exigido para realização das partes práticas da formação. Para o Curso Prático de PP será necessário um CMA de 2ª Classe, já para o Curso Prático de PC, o CMA deverá ser de 1ª Classe.

Agora, finalmente, quando você conseguir reunir: PC/IFR MULTI ICAO4 e JET TRAINING, você poderá sim, pilotar um grande jato de passageiros em uma empresa aérea. Por favor, não se assuste com a trajetória. Toda grande caminhada começa no primeiro passo e agora você já sabe que o seu primeiro passo é o Curso Teórico de Piloto Privado. Então, o que você está esperando?
Vejo você na próxima turma.

Artigos relacionados

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado.